18/04/11

29 Abr, 18h30 - Concerto Comemorativo 25 de Abril - Coro Polifónico “Eborae Mvsica” - Museu de Évora

Dia 29 – 18h30, Concerto Comemorativo do 25 de Abril pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica”, direcção de Pedro Teixeira


Local: Museu de Évora

Programa:
Polifonia da Sé de Évora dos sécs. XVI e XVII
Jesu Redemptor [I] de Estêvão Lopes-Morago (1575? - 1635?)
Versa est in luctum de Estêvão Lopes-Morago
Lucis creator optime deEstêvão de Brito (1575-1641)
Pater peccavi de Duarte Lobo (c.1565-1646)

Canções regionais portuguesas
Já os passarinhos cantam (Beira Alta) de Fernando Lopes-Graça (1906-1994)
O milho da nossa terra (Beira Baixa) de Fernando Lopes-Graça
Canção da vindima (Beira Baixa) de Fernando Lopes-Graça
Os homens que vão p’ra guerra (Douro Litoral) de Fernando Lopes-Graça
Na aldeia de Amareleja (Alentejo) de Fernando Lopes-Graça
São João adormeceu (Alentejo) de Fernando Lopes-Graça
Ó Serpa (Alentejo) de Eurico Carrapatoso (1962)
Ó meu menino (Pias – Alentejo, Portugal) de Eurico Carrapatoso

Canções heróicas e outras
Grândola, vila morena de (José Afonso) - Fernando Lopes-Graça (versão coral)Acordai (José Gomes Ferreira) de Fernando Lopes-Graça

O Coro Polifónico Eboræ Musica é dirigido pelo Maestro Pedro Teixeira O Coro Polifónico Eborae Mvsica fez em Setembro de 1987 a sua primeira apresentação pública, integrada no acontecimento cultural “Os Povos e as Artes”.O Coro Polifónico tem realizado diversas actuações ao longo da sua existência, interpretando não só a polifonia da Escola de Música da Sé de Évora (sécs. XVI e XVII), como também outras obras de diferentes épocas, entre as quais serão de destacar a Oratória “Jephte”, de Carissimi, a “Missa da Coroação”, de Mozart, o “Gloria”, de Vivaldi, a Missa em Dó Maior, de Mozart, para Coro e Orgão, com acompanhamento instrumental. Gravou e produziu em 2005 um novo CD para a etiqueta Numérica. Destacam-se as suas actuações a participação nas Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”, acontecimento que esta Associação organiza, anualmente, no mês de Outubro, com a participação de maestros de renome internacional, como é o caso de Peter Phillips, dirigente do “The Tallis Scholars”, de Londres. Nas deslocações internacionais destaca-se a participação na “Europália 91”, na Bélgica e a participação no 10ª Concurso Internacional de Música Sacra de Preveza, Grécia onde ficou classificado em 3º lugar, obtendo a medalha de bronze.

O Maestro Pedro Teixeira é licenciado em Direcção Coral pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde trabalhou com o Maestro Vasco Pearce de Azevedo. Foi assistente de Direcção de José Robert no Coro e no Coro de Câmara da Universidade de Lisboa. No Coro Ricercare trabalhou com Paulo Lourenço como maestro adjunto, passando a titular em 2002. É elemento do Coro Gregoriano de Lisboa, no qual é solista. Dirige, desde Março de 1997, o Coro Polifónico “Eborae Mvsica” e, desde Setembro de 2000 o Grupo Coral de Queluz e o “Officium”- grupo vocal. Recebe em 2002 o prémio “The most promising conductor of Tonen 2002” na Holanda.

Sem comentários:

Enviar um comentário